RSS

domingo, 24 de maio de 2015

Adultos: Jesus, o Homem Perfeito – O Evangelho de Lucas, o médico amado
Lição 09: As Limitações dos Discípulos

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!.
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Para iniciar a aula, distribuam dois pedaços pequenos de papel ofício para cada aluno e solicitem para que eles destaquem um ponto positivo e um negativo de si mesmo, não há necessidade de identificação dos nomes dos alunos;
Recolham os papéis e colem numa cartolina, separando-os em duas colunas.
- Falem: Aqui estão os pontos positivos e negativos apontados por vocês. Da mesma forma, os discípulos de Jesus também apresentaram limitações. E é sobre as limitações dos discípulos de Jesus, o tema da aula de hoje.
- Trabalhem os pontos levantados na lição, sempre de forma participativa e contextualizada.
Neste momento, à medida que o tema for estudado, escrevam quais eram as limitações dos discípulos no quadro ou cartolina.
Depois, reflitam de que forma os pontos negativos dos alunos e os exemplos dos discípulos poderiam ser melhorados.
- Para enfatizar a importância da fé, utilizem a dinâmica “Semente da Fé” e quanto ao perdão, apliquem a dinâmica “Abrindo o coração”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Semente da Fé
Objetivos:
Refletir sobre a fé.   
Entender o que significa a expressão “Se tiveres fé como um grão de mostarda”.
Material:
01 envelope de sementes da mostarda.
Observações:
 Vocês poderão encontrar as sementes de mostarda em supermercados e em lojas que vendem produtos agrícolas.
A semente de mostarda é muito pequena e fácil de perdê-la. Então, para entregá-la aos alunos, coloque-a num pedaço de durex transparente, passando por cima dela outro pedaço de durex.
Outra forma de apresentar: cortar papel ofício em pedaços de 3 x 3 cm, escrever o nome “semente de mostarda”, colocar a semente e passar durex por cima.
Procedimento:
- Leiam com os alunos: Lc 17. 05 e 06
“Disseram então os apóstolos ao Senhor: Acrescenta-nos a fé. E disse o Senhor: Se tivésseis fé como um grão de mostarda, diríeis a esta amoreira: Desarraiga-te daqui e planta-te no mar; e ela vos obedecerá”.
- Entreguem para cada aluno uma semente da mostarda e solicitem que a observem.
- Comentem que o versículo fala que a fé não é do tamanho da semente, mas como a semente. Não devemos observar a pequenez da semente, porém a dimensão do que ela pode produzir.
- Leiam: Mc 4.31 e 32.
“É como um grão de mostarda, que quando se semeia na terra é a menor de todas as sementes que há na terra; mas tendo sido semeada, cresce e faz-se a maior de todas as hortaliças, e cria grandes ramos, de tal maneira que as aves do céu podem aninhar-se debaixo da sua sombra”.
- Falem: Para que a semente germine, cresça, ela deverá ser plantada em solo fértil. Nossa fé cresce em comunhão com o Senhor e guardando Sua palavra.
Por Sulamita Macedo.

Dinâmica: Abrindo o Coração
Objetivo:
Refletir sobre a importância e a eficácia do perdão.
Material:
 01 chave de metal ou confeccionada de cartolina com tamanho ampliado.
Procedimento:
- Apresentem a chave e perguntem aos alunos: Para que serve uma chave?
- Aguardem as respostas. Normalmente, apenas é mencionado o ato de abrir, porém não se esqueçam que também a chave é utilizada para fechar.
- Falem que o perdão pode ser comparado a uma chave.
- Perguntem: O que a perdão pode abrir ou fechar?
Exemplos:
Abrir: reatar amizade, alívio de um peso, sentimento de liberdade, perdão de Deus, alegria etc.
Fechar: espaço para brigas, amarguras, ressentimentos, doenças, mente tranquila etc.
- Para finalizar leiam Mc 11.25 e 26.
“E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas.
Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos céus, vos não perdoará as vossas ofensas”.
Por Sulamita Macedo.
Jovens: Jesus e o seu tempo – Conhecendo o contexto da sociedade judaica nos tempos de Jesus
Lição 09: Jesus e a cobiça dos homens

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição: Jesus e a cobiça dos homens.
- Coloquem no quadro as palavras abaixo e perguntem o que os alunos sabem sobre elas. Aguardem as respostas e acrescentem mais algumas informações.
Cobiça, ganância, avareza, consumismo, orgulho.
- Depois, utilizem a dinâmica “O Maior Tesouro”.
- Em seguida, trabalhem o conteúdo da lição, sempre de forma  participativa e contextualizada.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: O Maior Tesouro
Objetivo:
Refletir sobre o apego aos bens materiais e enfatizar a importância de acumular tesouros no céu.
Material:
Figuras de objetos de desejo das moças e dos rapazes: roupas, maquiagem, celular, ipod, sandálias, tênis, sapatos, joias, carro, moto, carro, casa bonita, dinheiro, som etc.
02 tubos de cola
02 tesouras
02 cartolinas
01 rolo de fita adesiva
01 caixa dourada ou 01 baú pequeno com o nome “Caixa do Tesouro”.
Digitar os versículos de Mateus 6:19-21 e colocar dentro da caixa dourada
Procedimento:
- Dividam a turma em dois grupos: 01 de moças e outro de rapazes.
- Entreguem para cada grupo:
Figuras de objetos de desejo das moças e dos rapazes: roupas, maquiagem, celular, ipod, sandálias, tênis, sapatos, joias, carro, moto, casa bonita, dinheiro, som, etc.
01 tubo de cola, 01 tesoura, 01 cartolina
- Forneçam as seguintes orientações:
Escolham as figuras que representam todos os objetos que vocês desejam adquirir.
Recortem as figuras e colem na cartolina.
Observações:
Caso eles não encontrem tudo o que desejam, peçam para que desenhem os objetos desejados ou escrevam os nomes.
O tempo para esta atividade é de no máximo 10 minutos.
- Depois, fixem os dois cartazes e perguntem para cada grupo(meninos e meninas):
A razão da escolha dos objetos.
Vocês já possuem estes objetos e querem outros mais novos?
Os pais podem dar estes objetos?
Vocês podem adquirir estes objeto?
- Depois, falem: A verdadeira prosperidade não consiste em bens terrenos, mas em tesouros eternos, espirituais, e numa vida abundante que consiste no equilíbrio entre o aspecto material e o espiritual, crendo na providência divina.
- Enfatizem que é necessário o cuidado quanto importância elevada dada a um em detrimento do outro. Mas, que deve haver equilíbrio, pois Deus não condena a riqueza, mas o amor ao dinheiro (I Tm 6.10).
- Para finalizar, apresentem uma caixa dourada ou um baú pequeno com o nome “Caixa do Tesouro”. Peçam para um aluno abrir. Ele vai encontrar um papel com os versículos abaixo, que deverá ler:
“Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração”. Mateus 6:19-2.

Por Sulamita Macedo.
Pré-adolescentes – Currículo do Ano 1: Quem Sou
Lição 09: Atleta do Pai

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição: O Atleta do Pai.
- Depois, utilizem a dinâmica “O Atleta Cristão”.
- Em seguida, trabalhem o conteúdo da lição, sempre de forma participativa e contextualizada.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: O Atleta Cristão
Objetivo: Exemplificar as atitudes do atleta cristão.
Material:
Coletes de TNT para todos os alunos com 02 cores diferentes(se sua turma tiver 10 alunos, 05 de uma cor e o restante com outra).
Medalha de ouro e de prata(se sua turma tiver 10 alunos, 05 de ouro e 05 de prata)
Procedimento:
Antes da aula:
Confeccionem coletes de TNT para dois grupos, de cores diferentes.
Adquiram medalhas de ouro e prata, para o 1º.  e 2º. lugar, respectivamente, para premiação.
Organizem tarefas para que os dois grupos realizem, que podem ser variadas, desde perguntas sobre as lições e atividades lúdicas.
Na aula:
 - Dividam a turma em 02 grupos.
- Falem : Vamos fazer um competição entre o grupo 1 e o 2!
- Orientem os alunos sobre as regras, sobre o comportamento dos grupos entre si.
- Ao término da competição, façam a premiação, entregando as medalhas para os grupos.
- Depois, comentem sobre a atividade quanto:
Ao esforço de cada pessoa dentro do grupo para realizar as atividades.
As dificuldades que encontraram diante dos obstáculos.
- Agora, relacionem a competição e o resultado com as atitudes do atleta cristão.
- Em seguida, trabalhem os pontos levantados na lição.
Por Sulamita Macedo.
Adolescentes – Currículo do Ano 1: Adolescentes da Bíblia
Lição 09: Decidi ser fiel a Deus

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição: Decidi ser fiel a Deus.
- Nesta lição, vamos estudar sobre o tema da fidelidade a Deus, através do exemplo do jovem Daniel e de seus 03 amigos.
- Façam um breve relato sobre o episódio da vida de Daniel e seus amigos ou se preferir apresentem parte de um filme, reflitam sobre as atitudes de Daniel e sues colegas, enfatizando:
. A convivência com pessoas de outras culturas e costumes.
. As influências, as pressões que recebiam.
. A decisão de não se contaminar – o livre arbítrio.
. O resultado.
- Depois, trabalhem os pontos levantados na lição, sempre de forma participativa e contextualizada.
- Em seguida a dinâmica “Marionete”, que tem como objetivo refletir sobre a integridade de caráter de Daniel e seus colegas e contextualizar este exemplo com a vida cristã atual com relação aos apelos mundanos.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Marionete
Objetivos:
Refletir sobre a integridade de caráter de Daniel e seus colegas.
Contextualizar este exemplo com a vida cristã atual.
Material:
01 fantoche ou marionete de uma pessoa
Observações:
Pode ser do tipo que se manipula com as mãos dentro do boneco ou daquele tipo que é movido por meio de cordões.
No Departamento Infantil, vocês podem conseguir um fantoche emprestado.
Aqui a utilização do fantoche não é para infantilizar os alunos, mas trazer uma lição sobre a manipulação de pessoas.
Procedimento:
- Apresentem o fantoche e perguntem para os alunos de que forma é utilizado este objeto.
Aguardem as respostas.
Espera-se que os alunos digam que o fantoche é manipulado com as mãos dentro do boneco ou é movido por meio de cordões, dependendo do tipo apresentado.
Peçam que alguns alunos manipulem o fantoche de várias formas e da maneira que desejarem.
- Depois, peçam para que 05 alunos fiquem diante da classe. Escolham 01 aluno e orientem que ele realize várias ações e os outros 4 deverão imitá-lo.
Observem as imitações dos alunos e também se alguém não vai aceitar a situação de se deixar manipular pelo outro.
Agora, perguntem:
O que os 4 alunos acharam de repetir as ações de uma pessoa, sem ter vontade própria?
Por que razão apresentar um fantoche para vocês?
O que o fantoche e a situação apresentada pelos colegas têm a ver com a história de Daniel?
Observem que os alunos afirmam.
- Depois, falem: O fantoche ganha movimento ou fala através da ação e vontade de quem o manipula. Não possui vontade própria e sendo assim é manobrado por outrem. No sentido figurado, chamar alguém de Marionete, refere-se a uma pessoa sem firmeza de caráter e que aceita ser manipulado por outra pessoa.
- Falem, ainda: Daniel e seus colegas passaram por uma situação na qual estavam sendo pressionados a adotar o padrão de conduta pagã, quando cativos na Babilônia, para tanto eles estavam sendo moldados conforme a orientação do rei de forma diferente da cultura judaica, porém foram firmes e não aceitaram ser manipulados.
- Peçam para que um aluno leia Dn 1. 8: “E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar”.
- Depois, falem: Isto aconteceu com Daniel, Hananias, Misael e Azarias. E hoje, também acontece conosco.
Nesse momento, falem sobre o que o mundo nos oferece, que pode nos distanciar e modificar nosso relacionamento com Deus. Enfatizem o cuidado de não deixarmos que sejamos manipulados conforme os padrões mundanos.
- Falem sobre o resultado de uma vida integra diante de Deus numa sociedade pagã e idólatra. Então, peçam que os alunos leiam Dn 1. 17 a 20 de forma compartilhada:
“Quanto a estes quatro jovens, Deus lhes deu o conhecimento e a inteligência em todas as letras, e sabedoria; mas a Daniel deu entendimento em toda a visão e sonhos.
E ao fim dos dias, em que o rei tinha falado que os trouxessem, o chefe dos eunucos os trouxe diante de Nabucodonosor.
E o rei falou com eles; entre todos eles não foram achados outros tais como Daniel, Hananias, Misael e Azarias; portanto ficaram assistindo diante do rei.
E em toda a matéria de sabedoria e de discernimento, sobre o que o rei lhes perguntou, os achou dez vezes mais doutos do que todos os magos astrólogos que havia em todo o seu reino”.
- Perguntem: Que resultados também podemos obter quando decidimos permanecer fiéis mesmo diante dos apelos do mundo?
Aguardem as respostas dos alunos. Acrescentem outras se necessário.
- Para finalizar, leiam:
“Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo” (Cl 2:8).

Por Sulamita Macedo.
Juvenis - Currículo do Ano 1: Questões Difíceis dos Nosso Tempo
Lição 09: A Utilização de células-tronco

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, trabalhem o conteúdo da lição. Vejam as sugestões abaixo:
- Apresentem o título da lição: A utilização de células-tronco.
- Depois, utilizem a dinâmica “Células-tronco”, para introduzir o estudo sobre este tema.
- Em seguida, apresentem e reflitam sobre este tema com os alunos. Para isto, é necessário que vocês tenham lido e aprofundado sobre o tema, além do que está exposto na revista de lições bíblicas.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Células-tronco
Objetivo:
Introduzir o estudo sobre células-tronco do ponto de vista da ciência e da Bíblia.
Material:
02 óculos
Observação:
Os óculos devem ser confeccionados com cartolina, um azul e o outro amarelo.
Se preferir, vocês podem adquirir óculos de plásticos, há de cores variadas.
Procedimento:
- Falem: Na aula de hoje, vamos estudar sobre a utilização de células-tronco, do ponto de vista da ciência e da Bíblia.
- Apresentem os óculos: um de cor azul que vai representar a visão científica sobre o assunto e um de cor amarela para representar a visão bíblica sobre o tema.
- Dividam a turma em 02 grupos.
- Falem:
O grupo 01 vai ler sobre o tema sob o ponto de vista da ciência. Entreguem para este grupo, algumas perguntas e os óculos azul.
O grupo 02 vai ler sobre o tema sob o ponto de vista da Bíblia. Entreguem para este grupo, algumas perguntas e os óculos amarelo.
O material que vocês vão ler para pesquisar e responder é a lição da revista de vocês.
- Perguntas para o grupo 01:
O que é células-tronco?
Quais os argumentos da ciência para o desenvolvimento de células-tronco?
Perguntas para o grupo 02:
O que é células-tronco?
Os argumentos da Bíblia sobre a vida humana contrariam ou não o desenvolvimento de células-tronco? Por quê?
- Depois, os grupos devem apresentar suas respostas. O aluno que vai apresentar, deve usar os óculos de sua equipe(azul ou amarelo). Vocês, professores, devem estar atentos aos comentários dos alunos. Corrijam, se necessário, algumas informações emitidas pelos alunos.
- Falem: Acabamos de escutar, qual o posicionamento da ciência e da Bíblia sobre as células-tronco. Agora, vamos aprofundar este tema.
- Agora, apresentem outras informações.
Por Sulamita Macedo.