RSS

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Adultos: O Desafio da Evangelização – Obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas-novas a toda criatura
Lição 09: A Evangelização das crianças
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição: A Evangelização das crianças.
- Lembrem-se de que ao trabalhar o conteúdo da lição, vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.
- Para concluir o estudo do tema, utilizem a dinâmica “Evangelizando crianças”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Atenção! Professores da classe dos novos convertidos:
Vocês encontram sugestões para a revista Discipulando do 1o. ao 4o. ciclo, no marcador "Discipulando".
Para a revista 1 e 2 do Discipulado, vocês encontram  no marcador "Subsídio Pedagógico Discipulado 1" e "Subsídio Pedagógico Discipulado 2", do currículo antigo. Façam bom proveito!

Dinâmica: Evangelizando crianças
Objetivo:
Despertar nos adultos como se faz a apresentação da salvação para as crianças, utilizando linguagem e recurso visual adequado a elas.
Material:
“Livro sem palavras” com 05 páginas(01 dourada, 01 preta, 01 vermelha, 01 branca, , 01 verde).
Observação: O departamento infantil da igreja deve ter este livro.
Procedimento:
Antes da aula:
- Convidem 01 professora do Departamento Infantil para apresentar como é realizada a evangelização de crianças na Escola Dominical, no culto Infantil, na Escola Bíblica de Férias.
- Peçam para que no dia da aula da classe de adultos, ela também apresente a história do “Livro sem palavras”.
Durante a aula:
1 - Apresentem o livro sem palavras e perguntem: Vocês conhecem este livro?
Aguardem as respostas.
Observação importante:
A ideia de apresentar o “Livro sem palavras” não é de infantilizar a aula dos adultos, mas fazê-los entender como se faz a evangelização das crianças.
2 - Falem: Este livro não foi produzido recentemente. Há um fato curioso sobre ele que aconteceu em 1866, através do pastor e pregador Spurgeon.
Mas, quem foi Spurgeon?
Spurgeon(1834-1892) era pregador, autor e editor britânico. Foi pastor do Tabernáculo Batista Metropolitano, em Londres, desde 1861 até a data de sua morte. Fundou um seminário, um orfanato e editou uma revista mensal chamada “Sword and Trowel”. Conhecido como “Príncipe dos Pregadores”, Spurgeon escreveu muitos livros e artigos, particularmente na área devocional”( http://voltemosaoevangelho.com/blog/autor/charles-h-spurgeon/).

3 - Leiam ou contem para os alunos o fato curisoso(postado abaixo), sendo assim vocês estarão despertando o interesse dos alunos sobre o “Livro sem palavras”:
“O Livro Sem Palavras, primeiro com apenas três páginas — nas cores preta, vermelha e branca — foi apresentado por Charles Spurgeon em 1866. Ao pregar no Tabernáculo Metropolitano, em Londres, o seu sermão tinha por título “O Livro Sem Palavras”. Spurgeon falou sobre um antigo ministro que reuniu três páginas e folheava-as frequentemente para lembrar-se dos seus pecados, do sangue de Cristo derramado por ele e da purificação ‘mais branca do que a neve’ que lhe foi outorgada.
Não se sabe quando a página dourada foi acrescentada, mas ela trouxe outra dimensão ao livro, retratando o amor de Deus e as glórias do Seu lar celestial. Nove anos mais tarde, D. L. Moody usou o livro colorido num culto para crianças onde cerca de 12 mil estavam presentes para ouvir a sua mensagem sobre um “livro de quatro páginas — nas cores preta, vermelha, branca e dourada.
Em 1895, o livro foi levado à India por Amy Carmichael. Amy e sua auxiliar fizeram uma bandeira de cetim nas cores dourada, preta, vermelha e branca, e puseram-na no seu carro puxado por bois, indo de aldeia em aldeia divulgando o Evangelho no sul da Índia. — Um texto muito útil para um sermão de improviso — comentou Amy. Nos grupos menores ela usava o pequeno livro em vez da bandeira” (Bíblia de Recursos para Crianças – Ed. Hagnos – p. 20).
4 - Agora, a professora do departamento Infantil vai contar a história do “Livro sem palavras”, que normalmente têm as seguintes ideias:

PÁGINA DOURADA
Esta página dourada fala-nos do Céu. Não posso dizer como é lindo o Céu, mas há um versículo da Palavra de Deus que nos dá uma ideia. É o Apocalipse 21:21 “E as doze portas eram doze pérolas...A praça da cidade é de ouro puro.”
Mais do que isso, o céu é um lugar de alegria. Ninguém fica doente no Céu. Não há dores, nem sofrimentos, nem tristezas. Melhor ainda, ninguém morre. “E Deus enxugará dos olhos as lágrimas e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor” (Ap 21:4)
Somente Deus poderia criar um lugar tão maravilhoso. Já sabias que Deus te ama tanto que quer que estejas no Céu com Ele para sempre?  Quando o Senhor Jesus voltou para o céu depois de morrer na cruz e ressuscitar dos mortos, Ele disse que ia preparar um lugar para nós. E Deus quer-te lá com Ele para ser feliz eternamente.

PÁGINA PRETA
Se a rua à frente da tua casa fosse de ouro, quanto tempo ela ficaria ali?  Uma noite? “Oh”, dirás, “alguém a roubaria”. Mas não é pecado roubar? Claro que é. E lá no Céu... “Nela nunca penetrará coisa alguma contaminada... e mentira” (Ap 21:27). Quer dizer que o pecado não poderá entrar no Céu para estragá-lo.
Pensa, então: Deus quer que cada um de nós vá para o Céu, mas se há pecado nos  nossos corações, este impede-nos de entrar no Céu.
A página preta representa o pecado nos nossos corações, o pecado que nunca poderá entrar no Céu. A Palavra de Deus diz-nos que “Todos pecaram” (Rm 3:23). Tu também precisas dizer, “eu pequei”.
Mas, escuta... Deus tem Boas Novas para ti! Ele tem um remédio que faz possível livrarmo-nos dos pecados! Nós não podemos fazer nada para limpar os nossos corações. Mas Deus pode e faz... se crermos no Evangelho: “que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras” (1 Co 15:3-4).
 
PÁGINA VERMELHA
Esta página vermelha representa o precioso sangue do Senhor Jesus Cristo. A Bíblia ensina-nos que “o sangue de Jesus seu Filho nos purifica de todo pecado” (1 Jo 1:7). Não é maravilhoso saber que Deus não somente nos ama tanto que nos quer no Céu, mas nos ama tanto que deu o Seu único Filho para ser o nosso Salvador e para levar o castigo dos nossos pecados? Quando o Senhor Jesus morreu na cruz, Deus pôs sobre Ele os nossos pecados. Assim diz 2 Co 5:21 “Àquele que não conheceu pecado, O fez pecado por nós; para que n'Ele fôssemos feitos justiça de Deus”.
Depois de morrer em nosso lugar, Jesus foi sepultado, e ao terceiro dia ressuscitou! Viveu novamente! Jesus está vivo! E porque Ele vive, Ele pode vir morar nos nossos corações. Ele diz agora: “Eis que estou à porta e bato: se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa” (Ap 3:20). Quando convidamos o Senhor Jesus a entrar nos nossos corações e a ficar para nos salvar do pecado, Ele entra e fica.

PÁGINA BRANCA
A página branca representa o coração limpo, que Jesus já purificou. Sabes quão branco ele torna o coração que O recebe? Tão branquinho como a neve? Não! Mais branco do que a neve! A Bíblia diz, “Lava-me, e ficarei mais alvo que a neve” (Sl 51:7b).
Tu não gostarias de ter o teu coração tão limpinho assim?  Deus quer perdoar os teus pecados e purificar o teu coração, e assim Ele fará no momento que receberes Jesus como teu Salvador. Jesus já morreu em teu lugar; Ele quer ser o teu Salvador; quer dar-te a vida eterna... vida eterna no Céu.
Jesus está a bater à porta do teu coração. Precisas de abrir a porta e deixá-lO entrar. Não queres fazer isso agora mesmo? Então, abaixa agora a Tua cabeça e pede ao Senhor Jesus que entre no teu coração. Pede para Ele ser o teu Salvador.
A salvação é um presente. Como fazemos ao receber um presente? Agradecemos, não é? Então, diz “muito obrigado” agora mesmo a Deus, o Pai. Agradeça a Deus por ter enviado o Senhor Jesus para morrer em teu lugar. Agradece por Ele agora te ter salvo e perdoado dos teus pecados. Agradece por Ele te ter dado agora a vida eterna.

PÁGINA VERDE
A página verde fala-nos da nova vida que recebemos quando aceitamos o Senhor Jesus com o Salvador.
Quais são as coisas verdes que existem na natureza? Sim, as ervas, as árvores, o relvado e as plantas em geral. E são tudo coisas que têm vida. Vamos ler mais um versículo da Bíblia. É João 3:36:  “Quem crê no filho tem a vida eterna”. Tu agora crês no Senhor Jesus como Salvador e Senhor da tua vida (dono)? Então, este versículo fala de ti. Diz que tens o quê? Exatamente, tu tens a vida eterna - o tipo de vida que precisamos ter para poder entrar no Céu. Tu não estás contente de ter recebido Jesus como teu Salvador?
E, agora, esta nova vida precisa de ser alimentada pela leitura da Palavra de Deus(2 Pe 3:18), e pela oração. Assim irá crescer espiritualmente na vida cristã, agradando ao Senhor Jesus na tua vida diária e ganhando outros para Ele.

5 – Para finalizar, a professora do Departamento Infantil deve apresentar como é realizada a evangelização de crianças na Escola Dominical, no culto Infantil, na Escola Bíblica de Férias.
Por Sulamita Macedo.
Jovens: Isaías, eis-me aqui, envia-me a mim
Lição 09: O sinal do Emanuel
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição: O sinal do Emanuel.
- Para introduzir o estudo sobre o tema, utilizem a dinâmica “Emanuel”.
- Lembrem-se de que ao trabalhar o conteúdo da lição, vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.
Tenham uma excelente e produtiva aula!


Dinâmica: Emanuel
Objetivos:
Introduzir o estudo sobre o sinal do Emanuel.
Promover socialização entre os alunos, através da apresentação do seu nome, seu significado ou algo relacionado à escolha dele.

Material:
Lista nominal dos nomes dos alunos.
Papel colorido ou cartolina para escrever o nome do aluno e o significado do nome.
Procedimento:
Antes da aula:
Durante a semana procurem o significado dos nomes dos alunos em livros ou sites específicos.
Organizem em pedaços de papel colorido ou cartolina o nome do aluno e o significado, como no exemplo abaixo:
Sulamita

Que possui a perfeição

A preferida de Salomão

Durante a aula:
- Façam uma surpresa para os alunos, entregando o significado do nome de cada um.
- Peçam para que os alunos expressem o que acharam do significado do nome e o que acham da escolha deste nome para eles/elas.
Para aqueles nomes que vocês não encontraram o significado, perguntem para o aluno quem escolheu esse nome e/ou conte algo relacionado a ele.
Algumas pessoas, nesse momento, se emocionam por lembrarem-se de entes queridos que já partiram ou mesmo por recordarem-se da infância e até de apelidos.
- Depois, falem: A escolha do nome de uma pessoa é muito importante. No Antigo Testamento, o nome das pessoas relacionava-se com suas características e também ao caráter. Alguns personagens bíblicos tiveram seus nomes modificados devido a uma experiência com Deus.
- Escrevam no quadro a palavra EMANUEL.
- Perguntem: A quem se refere o nome EMANUEL e qual seu significado?
Aguardem as respostas. Espera-se que os alunos falem que se refere a Jesus e o significado é “Deus conosco”.
- Agora, falem: É sobre o sinal do Emanuel que vamos estudar na aula de hoje.
Por Sulamita Macedo.
Pré-adolescentes – Currículo do Ano 2: O evangelho do discípulo amado
Lição 09: A ressurreição de Lázaro
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição: A ressurreição de Lázaro.
- Em seguida, trabalhem o conteúdo da lição.  Lembrem-se de que vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.
- Para concluir, utilizem a dinâmica “Paz nos relacionamentos”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Paz nos relacionamentos
Objetivos:
Refletir sobre a paz nos relacionamentos.
Promover momento de descontração.
Contextualizar o tema sobre o relacionamento de Jesus, com a vida dos alunos.
Material:
- Texto “O Garotinho chamado amor”, ver no procedimento.
- Cartaz com o seguinte conteúdo:
AMOR - UM ABRAÇO
PAZ - APERTO DE MÃO
SORRISO - GARGALHADA
GARRA - TROCA DE LUGAR
BEM VINDOS - PALMAS
- 01 rolo de fita adesiva
- 01 cartolina ou mais se necessário
- 01 coleção de lápis hidrocor
- 01 pincel atômico
Procedimento:
- Organizem os alunos em círculo.
- Coloquem o cartaz em local bem visível.
- Falem: nós vamos ler um texto e (apontem para o cartaz) vocês deverão realizar os seguintes gestos correspondentes quando estas palavras forem lidas.
- Vamos fazer um ensaio?
Então, leiam a palavra e os alunos seguem a orientação ao lado do vocábulo.
Repitam pelo menos duas vezes.
- Depois, leiam o texto  “O garotinho chamado Amor”:
Era uma vez um garotinho chamado AMOR.
O AMOR sonhava sempre com a PAZ.
Certo dia descobriu que a vida só teria sentido quando ele descobrisse a PAZ e foi justamente nesse dia que o AMOR saiu a procura da PAZ.
Chegando ao colégio onde ele estudava, encontrou os seus amigos que tinham um SORRISO nos lábios e foi nesse momento que o AMOR passou a perceber que o SORRISO dos amigos, transmitia a PAZ. Pois percebeu que a PAZ existe no interior de cada um de nós e para isso basta dar um SORRISO.
E nesse instante, interferindo os pensamentos do garotinho AMOR, a turma gritou bem forte:
- AMOR, AMOR, você encontrou a PAZ que procurava?
O AMOR respondeu com muita GARRA:
- Sim! Sim! Encontrei. Vocês querem saber? Tragam a PAZ, um SORRISO bem bonito e sejam BEM-VINDOS!
Autoria desconhecida.
- Depois, perguntem:
Onde o garotinho chamado AMOR encontrou a PAZ?
Aguardem as respostas. Certamente as respostas vão apontar que a paz estava no interior dos colegas, demonstrada através do sorriso.
- Em seguida, falem que isto significa que cada um é responsável em promover a paz no ambiente no qual está, demonstrando bons relacionamentos com atitudes promotoras de paz.
- Agora, peçam para que cada aluno faça o contorno de uma de suas mãos numa cartolina e escrevam nela uma atitude para promover a paz com os colegas e amigos da igreja, da rua e da família. Depois, coloquem este cartaz num lugar visível, com o título da lição, nome da turma e dos professores e a data.
- Para concluir, leiam “Segui a paz com todos...” Hb 12.14a.
Autoria desconhecida da dinâmica original

Esta versão da dinâmica por Sulamita Macedo.
Adolescentes – Currículo do Ano 2: História da Igreja para adolescentes
Lição 09: Lutero e Calvino: os agentes da reforma
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição: Lutero e Calvino: os agentes da reforma.
- Trabalhem os pontos o tema através da dinâmica “A Graça de Deus”.
- Em seguida, trabalhem o conteúdo da lição.  Lembrem-se de que vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: A Graça de Deus
Objetivo: Refletir sobre a Graça de Deus, a salvação, que é para todos.
Material:
01 caixa de presente
Balas ou chocolate(01 para cada aluno)
Versículo digitado em tamanho pequeno – Tito 2.11 “Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos e os homens”.
Frase digitada da largura da caixa: “Este presente não é somente seu, distribua com os colegas”.
Papéis para sorteio
Procedimento:
ANTES DA AULA:
- Fixem os versículos nas balas com grampeador, se preferir vocês podem colar.
- Escrever o nome dos alunos para o sorteio.
- Arrumem a caixa da seguinte forma:
As balas no fundo da caixa.
Por cima das balas, coloquem a frase digitada no papel da largura da caixa: “Este presente não é somente seu, distribua com os colegas”.
DURANTE A AULA:
- Apresentem a caixa de presentes.
- Falem que na caixa há algo muito importante.
- Falem: Quem deseja receber este presente?
- Façam o sorteio do presente.
- Orientem ao ganhador para que ele abra caixa de presentes.
O aluno deverá abri-la e realizar a orientação contida na caixa, já descrita acima.
- Depois, os alunos deverão ler o versículo que está pregado na bala.
- Para concluir falem, a salvação pela Graça é para todos, é um presente muito valioso que recebemos de Deus. Da mesma forma, que o presente(apresentem a caixa) não era somente para um, mas para todos vocês, assim também a salvação para todos quantos aceitam a Cristo.

Por Sulamita Macedo.
Juvenis - Currículo do Ano 2: Ética cristã para a juventude
Lição 09: Ética cristã e a sexualidade
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, trabalhem o conteúdo da lição. Vejam as sugestões abaixo:
- Escrevam no quadro o tema da aula: Ética cristã e a sexualidade.
 - Para introduzir o estudo do tema, utilizem a dinâmica “Sexualidade”.
- Em seguida, trabalhem o conteúdo da lição.  Lembrem-se de que vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Sexualidade
Objetivos:
Conhecer o que os alunos sabem sobre o tema.
Alertar para a necessidade de saber defender o ponto de vista bíblico sobre a sexualidade, prática sexual etc.
Material:
04 crachás com nome JORNALISTA
Perguntas num envelope(vejam no procedimento)
Procedimento:
1 - Dividam a turma em 4 grupos.
2 - Falem que cada grupo receberá um jornalista que fará perguntas sobre o que a bíblia fala sobre sexualidade.
3 - Então, coloquem o crachá com nome JORNALISTA em uma pessoa do grupo, que também receberá as perguntas que deverá fazer para o grupo.
Perguntas para o grupo 1:
- Praticar sexo é pecado?
- O que a Bíblia fala sobre homossexualismo?
- Os jovens e as pessoas em geral têm acesso fácil a internet. Quais os cuidados que os pais evangélicos estão tendo quanto ao acesso dos seus filhos a sites pornográficos?
Perguntas para o grupo 2:
 - Como é feita a orientação sexual na Igreja?
 - O casal evangélico pode ter prazer sexual no casamento?
- Qual o posicionamento dos evangélicos quanto ao homossexualismo?
Perguntas para o grupo 3:
- Como é feita a orientação sexual na família evangélica?
- É verdade que a igreja prega que o sexo só deve ser praticado depois do casamento? Argumente.
- Os jovens e as pessoas em geral têm acesso fácil a internet. Quais os cuidados que a igreja está tendo quanto ao acesso dos seus membros a sites pornográficos?
4 - Depois, os “jornalistas” vão apresentar para a turma as respostas dos grupos.
5 - Em seguida, trabalhem os pontos levantados na lição, apresentando argumentos bíblicos, confirmando, acrescentado ou contrapondo, se necessário, com as respostas dos grupos.
Por Sulamita Macedo.